Sistema Common Rail gera maior eficiência no consumo de combustível e performance

A tecnologia utilizada no desenvolvimento de automóveis vem evoluindo bastante nas últimas décadas. E as fabricantes estão trazendo para todos os seus projetos a necessidade da eficiência do consumo de combustível, tanto pela preferência dos consumidores por modelos mais econômicos quanto pela preocupação com as emissões de gás.

O mecânico Marcos Simoura da Auto Center Doring em Santa Maria de Jetiba.explicou que CRDI ou “Common Rail Direct Injection” é uma sigla utilizada para denominação de um sistema de injeção direta de combustível diesel sob alta pressão em motores de combustão interna.

O Common-rail é um sistema de injeção criado nos anos 90 para veículos utilitários de trabalho pesado e posteriormente adaptado para automóveis ligeiros Engeneering e posteriormente cedido para desenvolvimento à Bosch alemã.

Marcos esclarece que consiste numa bomba de alta pressão que fornece a pressão através de uma rampa comum a todos os injetores, o que permite fornecer uma pressão (de 500 bar a 2.000 bar) constante de injeção, independentemente da rotação do motor, sendo o comando dos injetores e feito por válvulas magnéticas presentes na cabeça dos mesmos. A sua vantagem é um menor ruído de funcionamento, arranque a frio quase instantâneo, e uma clara melhoria de prestações e diminuição da poluição e de consumo.

A primeira vantagem do sistema de injeção Common Rail é a performance. Como a unidade de comando pode regular a injeção de combustível de modo a maximizar o processo de combustão, é possível fazer arranques a frio e obter melhores resultados mesmo em baixa rotação.

Além disso, esse melhor funcionamento gera maior eficiência no consumo de combustível, já que será obtido o máximo de combustão com cada mililitro injetado. Assim, o motorista pode obter um carro com bom desempenho e dirigibilidade que também seja econômico no consumo de bateria e combustível.

E a menor queima indica redução de emissão de gases poluentes, tornando este um motor de combustão interna mais ecológico.

Ele é um dos sistemas mais eficazes em termos de performance e uso de combustível.

Quando se trata de injeção diesel, o common rail domina o mercado.

“Presente na maioria dos caminhões e ônibus que rodam atualmente nas ruas e estradas brasileiras, este sistema de injeção ajudou a revolucionar o mercado diesel no Brasil nos últimos 15 anos. Entretanto, é um sistema complexo. Sua reparação necessita que a oficina tenha os equipamentos corretos para garantir, além de precisão, a velocidade que o cliente precisa. Um diagnóstico muito longo gera prejuízo tanto para o dono do veículo quanto para o dono da oficina. “Quando falamos em reparação de common rail, os diferenciais que o mecânico deve ter são capacitação, equipamentos e agilidade”,