Comerciante de gás e água de Rio Possmoser alimenta cães de rua há 5 anos

Quem gosta de cachorro e se depara com algum em estado de abandono na rua, certamente terá vontade de alimentá-lo, visto que na maioria das vezes os cães ficam dias sem comer, o que resulta inclusive em costelas aparentes. Todos nós devemos apoiar as missões voluntárias e quem sabe até nos tornarmos um!

Foi o que aconteceu com Ezequiel Guilherme, 28 anos, um apaixonado por animais, comerciante de água mineral e gás em botijas em Alto Rio Possmoser, Santa Maria de jetibá, ES afirma que mantém este relacionamento com os animais desde criança.

Estou aqui neste ponto a quase 5 cinco anos e todos os cães especialmente eu os alimentei. Infelizmente as pessoas abandonam filhotes e muitas vezes cães idosos. Os que apareceram aqui não ficaram com fome. Agora são poucos, mas já foram muitos que apareciam do nada.

“Todos os dias deixo água e comida para eles. Quanto a comida na maioria das vezes é carne. Vou no supermercado e compro ponta de carne. Corto tudo e ganho comida do restaurante também. Sempre foi assim, todos bem tratados e com respeito”.

O comerciante de água e gás declara que da banho, vacina, vermífuga, na verdade tudo que lhe esta ao alcance para manter os animais vivos e higienizados.

Ezequiel lembra com saudades de Amarelo. Um cão tão dócil que foi adotado por quase toda a comunidade de Rio Possmoser. “Ele acompanhava as senhoras que faziam caminhadas na ida e volta. Brincava com todos que lhe davam carinhos, além de vez por outra entrar nas igrejas porque farejou um amigo humano”.

“O amarelão ele era uma cachorro especial. Fico feliz porque foi resgatado e esta morando em um sitio. Aquele cachorro é amigo e tenho certeza que ele e seu dono estão felizes. Mas a cabritinha Infelizmente mataram ela de forma brutal, ela também me marcou.”

Ezequiel abre um sorriso e afirma: “Mas o meu xodó é meu o chocolate. Estou economizando para fazer um tratamento dentário nele. Depois deste problema ele às vezes fica quieto, na dele. Mas é um cachorro diferenciado, sabia que ele me entende?”

O comerciante se declara contra maus tratos aos animais. “Maus-tratos contra os animais não é só uma atitude desumana e completamente má, como também é um crime. A violência contra os animais sejam eles domésticos ou não, é mais comum do que se imagina, Infelizmente, como a pena é baixa e pouco divulgada e para mim nem combatida como deveria. É preciso modificar este cenário”.